Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Eduardo Galeano

Título

As veias abertas da América latina.

Formato

Livro

Palavras-chave

Editora LP&M, 2010

Sinopse

No prefácio, escrito em agosto de 2010, especialmente para esta edição de ‘As veias abertas da América Latina’, Eduardo Galeano lamenta “que o livro não tenha perdido a atualidade”. Remontando a 1970, quando a maioria dos países do continente padecia facinorosas ditaduras, este livro tornou-se um autêntico “clássico libertário”, um inventário da dependência e da vassalagem de que a América Latina tem sido vítima, desde que aqui aportaram os europeus, no final do século XV. No começo, espanhóis e portugueses. Depois vieram ingleses, holandeses, franceses e, modernamente, os norte-americanos. Desde então o ancestral cenário permanece: a mesma submissão, a mesma miséria, a mesma espoliação.

‘As veias abertas da América Latina’ vendeu milhões de exemplares em todo o mundo. Com seu texto lírico e amargo a um só tempo, Galeano sabe ser suave e duro, e invariavelmente transmite, com sua consagrada maestria, uma mensagem que transborda humanismo, solidariedade e amor pela liberdade e pelos desvalidos.

Classificação
[Total: 0    Média: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta