Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Miliandre Garcia

Título

“Ou vocês mudam ou acabam”: teatro e censura na ditadura militar (1964-1985).

Formato

Tese

Palavras-chave

Teatro, Censura, UFRJ, 2008

Sinopse

É comum associarmos a existência da censura tão somente ao Estado Novo e à ditadura militar. Porém, a censura no Brasil é um fenômeno antigo, com atuações diversificadas. A censura teatral foi instituída no século XIX com a fundação do Conservatório Dramático Brasileiro. Desde então, os governos brasileiros não só incorporaram a censura de peças teatrais como também submeteram outras manifestações artístico-culturais à obrigatoriedade da censura prévia. O auge desse processo ocorreu na década de 1940 com a criação do Serviço de Censura de Diversões Públicas. Até a década de 1960, a censura de diversões públicas era responsabilidade dos estados, regia-se por legislação ostensiva e atuava na esfera da moral como “guardiã” da sociedade. Com o golpe militar, a atividade censória passou por um processo de re-significação que consolidou a centralização do órgão em Brasília e a prática da censura política. Ao papel de mantenedora dos princípios éticos e dos valores morais, motivos alegados na criação do órgão na década de 1940, agregou-se a preocupação com a manutenção da ordem política e da segurança nacional, justificativas incorporadas na reestruturação da censura nas décadas de 1960, 1970 e 1980. Investigar como se deu o processo de politização da censura de costumes, em especial da censura de teatro e o relacionamento do setor com o governo, é um dos principais objetivos desta tese de doutorado.

Classificação
[Total: 0    Média: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta