Histórias da Ditadura

Arquivo: Artigos

21
out
2019

Questão indígena e demarcação de terras no Brasil: entre ditaduras e democracias

Pelo menos desde a última década, foi possível observar o acirramento das violências que envolvem as disputas de terras do Brasil. Desde 2010, encontra-se uma relação sensível entre a redução das demarcações – que beneficiavam principalmente comunidades tradicionais e historicamente marginalizadas, como indígenas e quilombolas – e o crescimento no índice de assassinatos e outras […]

17
set
2019

Sobrevivendo à monografia

O historiador e professor Daniel Accioly, em um texto bem humorado, escreve sobre formas de elaborar trabalhos acadêmicos com qualidade e dentro dos prazos.

04
ago
2019

Jair Bolsonaro: uma ameaça à memória

O historiador Pierre Vidal-Naquet, no livro Les assasins de la mémorie, publicado em 1987, definiu o revisionismo como sendo uma doutrina segunda a qual o genocídio praticado pela Alemanha nazista contra judeus e ciganos não existira, pertencendo, pois, ao domínio do mito, da fabulação, da fraude.[1] Este mesmo historiador nos conta que o revisionismo não […]

02
jul
2019

Autoritarismo e descolonização: as relações entre a ditadura militar brasileira e a Independência de Angola

Na segunda metade do século XX, o mundo assistiu a uma série de processos históricos, como a explosão de autoritarismos latino-americanos, a descolonização afro-asiática e a divisão do globo em blocos bipolares. Todos esses processos, quando analisados sob a perspectiva dos países capitalistas, indicam genericamente governanças políticas internacionais alinhadas com valores ocidentais, tal qual o […]

23
abr
2019

Os súditos do eixo: Quinta Coluna e Estado Novo em tempos de guerra

1. Introdução O Estado Novo de Getúlio Vargas (1937-1945) ficou caracterizado pela oposição de grandes nações, que disputavam com modelos políticos antagônicos na Segunda Guerra Mundial (1939-1945). De um lado, as democracias liberais, representadas por França, Inglaterra e Estados Unidos, de outro, os governos ditatoriais de Hitler e Mussolini. É neste contexto global, que se […]

01
abr
2019

55 anos do golpe de 1964: por que não há nada a comemorar?

Todos os anos há quem celebre a data de 31 de março com furor patriótico. Quem o faz, geralmente sustenta que o golpe de 1964 foi uma “intervenção necessária” para “salvar o país do comunismo” em tempos de Guerra Fria. Não raramente se somam a essa afirmação outros malabarismos discursivos difíceis – ou impossíveis – […]