Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

03
fev
2017

Artur Barrio vence o Prémio Fundação EDP de Arte 2016.

O luso-brasileiro Artur Barrio venceu o prémio Fundação EDP Arte de 2016, anunciou hoje a instituição em conferência de imprensa na Central Tejo.

Uma das obras com mais repercussão foi Trouxas Ensanguentadas, um trabalho de intervenção no espaço público em que Barrio usa os volumes feitos de detritos que parecem corpos.

É um ativista contra a ditadura militar brasileira e em 1969 escreve um manifesto contra as categorias tradicionais da arte e sua relação com o mercado.

Leia mais: Diário de Notícias