Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

10
jan
2017

Bahia: Influências de Edgard Santos na fermentação da Tropicália.

O Aprovado de sábado, 7, apresentou o especial Gritos – Uma Homenagem aos 50 Anos da Tropicália, que busca entender a ambiência que antecedeu e ajudou a fermentar o caldo de irreverência e ruptura servido pelo movimento. A gestão do reitor Edgard Santos, que criou na Ufba as escolas de arte, é um consenso entre todos.

“Só o fato de existirem a Escola de Teatro, Escola de Dança e Escola de Música, de Glauber Rocha frequentar, Caetano e Gil verem os concertos, Roberto Sant’Ana, Tom Zé, já era um pré-Tropicalismo”, diz o músico Tuzé de Abreu. “Na época de Edgard Santos, a Bahia era uma célula cultural conhecida internacionalmente”, lembra a atriz Maria Moniz.

Leia mais: Gshow