Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

20
fev
2017

Experiência calcada no exílio.

Já residindo durante dois anos no exterior, período que viveu em Moscou (Rússia), Santiago (Chile) e Lima (Peru), Ferreira Gullar (1930-2016) chegou em Buenos Aires em 1974, onde buscava refúgio em razão da perseguição a artistas, escritores e intelectuais que se opunham ao regime militar durante a ditadura brasileira. Ameaçado constantemente e vendo alguns dos seus amigos serem mortos, o poeta maranhense compôs, em 1975, na capital argentina, o “Poema Sujo”, reconhecido como a sua obra prima.

Leia mais: O Tempo