Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

05
abr
2017

Movimento tenta barrar homenagem a Tuma em São Paulo.

“Romeu Tuma foi delegado e diretor do Deops/SP de 1966 a 1983, um dos principais e mais violentos órgãos da repressão durante a ditadura, marcado pela perseguição política e pela tortura, um crime imprescritível. Como se não bastasse nunca ter sido devidamente julgado ou punido, seria um absurdo ainda maior homenageá‐lo com nome de rua”, diz texto dos organizadores do abaixo-assinado, que até as 16h45 desta terça-feira (4) tinha 57 assinaturas. O objetivo é chegar a mil.

Leia mais: Rede Brasil Atual