Histórias da Ditadura

Hoje na Imprensa

31
jan
2017

Ultramaratonista organiza corrida para lembrar vítimas da ditadura militar.

“Isis Dias de Oliveira presente”, com essa frase que representa a saudação e grito de resistência pela memória daqueles que lutaram bravamente contra a Ditadura militar no Brasil (1964-1985) começa a corrida e caminhada promovida pelo jornalista e ultramaratonista Rodolfo Lucena para lembrar mais uma das vítimas do regime de excessão.

Comunista e guerrilheira, Ísis participou do processo de criação da ALN (Ação Libertadora Nacional), ao lado de Carlos Marighella, Joaquim Câmara Ferreira e Virgílio Gomes da Silva. Sequestrada pela polícia política da ditadura militar em 30 de janeiro de 1972, Ísis está desaparecida há 45 anos. Seu corpo nunca foi encontrado.

Leia mais: R7