Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Alcmeno Bastos

Título

A história foi assim: o romance político brasileiro nos anos 70/80.

Formato

Livro

Palavras-chave

Arte, Cultura, Editora Caetés, 2000

Sinopse

a-historia-capa

A História foi assim: o romance político brasileiro nos anos 70/80 reúne estudos sobre 35 romances de 18 autores que, praticando o romance político, tematizaram a vida brasileira durante os chamados “anos de chumbo”. É o mais vasto painel sobre o assunto, pois a par de propor sínteses justificadoras dos agrupamentos de autores e obras, dedica a cada romance uma análise que enfatiza seu conteúdo político e discorre sobre as soluções ficcionais encontradas para atender o desafio de representar a matéria de extração histórica sem reduzir-se ao documental. O mapeamento (que engloba um elenco de autores como Antonio Callado, Heloneida Studart, José J. Veiga, Roberto Drummond, Márcio Souza, Ignácio de Loyola Brandão, entre outros) vai desde o estudo do romance político de formação de Antonio Callado até o “encontro de gerações em um certo Brasil”, em A festa de Ivan Ângelo, mas passa também por outras propostas ficcionais, como a prática de um memorialismo de geração, os exercícios de ficção antecipatória, a carnavalização da vida social e política brasileira, os realismos irrealistas que se pretenderam a contraparte do absurdo reinante nos tempos autoritários, entre outros quadros temático-composicionais. Deste modo, explorando as fronteiras entre Ficção e História e desfazendo equívocos conceituais sobre literatura e documento, o autor privilegia a especificidade do olhar ficcional lançado sobre a realidade empírica e, ao mesmo tempo, contribui para a pesquisa da memória do autoritarismo no Brasil.

Classificação
[Total: 0    Média: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta