Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Luiz Renato Vieira

Título

Consagrados e malditos. Os intelectuais e a editora Civilização Brasileira.

Formato

Livro

Palavras-chave

Intelectuais, Editora Thesaurus, 1998

Sinopse

6812459_1GG

Ênio Silveira, arquiteto de liberdade, teve a satisfação de selecionar e organizar amostragens dos aspectos diversos dos muitos atos e enfoques culturais – políticos com que o talentoso Ênio tornou-se o mais celebrado editor que este país já teve e um dos mais vivos eixos de instâncias definidoras da história.

A sua Editora Civilização Brasileira tornara-se a matriz de fecundos encontros e diálogos com a intelligentsia brasileira. Eis que agora surge este Consagrados e Malditos: Os Intelectuais e a Editora Civilização Brasileira, resultado de outras pluralizastes angulações esclarecedoras dos aspectos mais importantes do engajamento intelectual numa certa época, anulações concatenada mente articuladas pelas fundamentações do elaborativo saber do sociólogo Luiz Renato Vieira.

Esta obra, sem sombra de dúvida, surge como contribuição notável para o conhecimento e a compreensão de como pode e deve ser historicamente movido qualquer combativo ou necessário andamento intelectual da Verdade ou da Consciência. Sim, organizado através de contatos com intelectuais e de conclusivas reflexões sobre os muitos dados que coligiu e religou esta obra do professor Luiz Renato de alcance e conteúdos que totalmente a diferenciam, do ponto de vista temático e editorial, do retro citado livro definidor de aspectos da vida do enorme ser humano que foi Ênio Silveira, que é, aliás, também o personagem em relevo neste livro em que vários intelectuais importantes têm seus posicionamentos e ideias expostos.

Elaborado em torno de temáticas combativas, críticas e construtivas, das quais a Civilização Brasileira era a fonte de 1950 a 1970, estes Consagrados e Malditos é o cumprimento das finalidades de historiações, análises e interpretações da variedade e da amplitude do fazer cultural daqueles 20 anos em que a melhor parte da intelectualidade brasileira, sempre em lutas contra as várias formas de repressão e censura, agia em torno de necessárias e humanizantes propostas de mudança social num país pleno de desumanos subdesenvolvimentos como o nosso.

Classificação
[Total: 0    Média: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta