Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Janaína de Almeida Teles; Cecília MacDowell Santos; Edson Teles (Org.)

Título

Desarquivando a ditadura: memória e justiça no Brasil.

Formato

Livro

Palavras-chave

Arquivo, Justiça de Transição, Editora Hucitec, 2009

Sinopse

desarquivando-gif833

Desarquivando a Ditadura: Memórias e Justiça no Brasil aborda, de maneira crítica e multidisciplinar, a constituição da memória política e os diferentes aspectos de justiça relacionados com as violações de direitos humanos cometidos durante a ditadura. O livro reúne artigos e ensaios inéditos de historiadores, cientistas sociais, filósofos, críticos literários, jornalistas, juristas e profissionais do direito. Compreendendo que a memória política e a justiça estão em constante processo de contrução por meio de lutas sociais, jurídicas e políticas, os autores contribuem para os estudos sobre a representassão e a resistência no passado recente, as lutas atuais em torno da memória da ditadura e da justiça, as diferentes medidas de ‘justiça de transição’ que estão no centro do debate político na atulaidade (como a interpretação da lei de anistia, a reparação às vítimas e a punição de torturadores), e discutem criticamente o papel das instituições, das ideologias do Estado e das normas jurídicas nos processos indissociáveis de construção da memória política, da justiça e da democracia.

Qual o papel hoje desempenhado pela memória dos anos de ditadura e pela justiça? É possível esquecermos as violações de direitos humanos? Ou o inesquecível da tortura continuará a habitar as cenas públicas e privadas da vida social? Qual a contribuição da justiça para a compreensão da memória e da reparação das atrocidades cometidas no passado? O processo de indenizações às vítimas da repressão é suficiente para garantir a reconciliação do país? O legado autoritário do regime ditatorial restringe-se ao sofrimento das vítimas, sem vinculação com a ação política no presente? Qaul a possibilidade de imaginarmos uma democracia com a livre construção da memória política?

Desarquivando a Ditadura: Memória e Justiça no Brasil apresenta um amplo e aprofundado quadro de reflexões críticas e multidisciplinares sobre diversos aspectos soiais, culturais, políticos e jurídicos da constituição da memória política, da justiça e da democracia no Brasil. Ao mesmo tempo que contribui para a historiografia da repressão e da resistência durante a ditadura, a obra inclui reflexões sobre diferentes medidas de justiça que estão no centro do debate político na atualidade, tais como: o acesso a informações e aos arquivos públicos, a reparação, a interpretação da lei de anistia (Lei 6.683/1979) e a punição de torturadores. No seu conjunto, os dois volumes examinam as memorias e as interpretações de práticas sociais e políticas que ocorreram tanto no passado como no presente, por um lado, e as instituições, ideologias do Estado e normas jurídicas, por outro, como fenômenos interdependentes e indissociáveis dos processos de formação da democracia.

Esta obra contibui, assim, para o aprofundamento dos debates atuais sobre a memória da ditadura e a justiça, examinando criticamente as condições de possibilidade para conhecermos o passado, os conflitos em torno de como devemos lidar com o passado, as lutas interpretativas a respeito do passado e do presente, os saberes, enfim, que alimentam a ação no presente e a imaginação do futuro.

Classificação
[Total: 0   Average: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta