Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Isaías Carlos Nascimento

Título

Dom Brandão, o profeta do Povo de Deus do Baixo São Francisco

Formato

Dissertação

Palavras-chave

Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP), 2012

Sinopse

Esta dissertação analisa, enquanto fenômeno do campo religioso brasileiro, a trajetória eclesiástica e a ação pastoral de Dom José Brandão de Castro junto aos camponeses, índios, sem-terra, pescadores e quilombolas que constituíam o segmento mais pobre da população do Estado de Sergipe, no período de 1960 a 1987, acentuando a sua opção preferencial pelos pobres organizados nas Comunidades Eclesiais de Bases (CEB’s), à luz da Teologia da Libertação, e as consequências advindas dessa mesma opção. Foi usado o método da CEHILA na reconstrução historiográfica, por sua dupla valência: enquanto metodologia histórica especialmente desenvolvida para resgatar a história dos que, normalmente, não têm voz na História e, enquanto atitude teológica, visto que se trata da história da caminhada de fé de um povo excluído que, com um pastor que finalmente os escuta, organiza-se num processo de libertação. As pesquisas reconstruíram parte dos caminhos percorridos por Dom José Brandão, desde seu núcleo familiar, passando por sua formação, ministério sacerdotal e episcopal como missionário redentorista, até sua renúncia como bispo de Propriá. Elas retratam como evoluiu sua sensibilidade para com os pobres, passando progressivamente de uma atitude afetivo-assistencialista a uma atitude afetivo-libertária, cuja coerência o levou a pagar um preço alto: a renúncia forçada. Os testemunhos revelam que ele deixou um legado de libertação que persiste na memória, nas expressões de fé e nas atitudes de várias comunidades e grupos organizados na região do Baixo São Francisco, até os dias atuais.

Leia a dissertação completa (Link)

Classificação
[Total: 0    Média: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta