Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Manoel Tosta Berlink

Título

O Centro Popular de Cultura da UNE.

Formato

Livro

Palavras-chave

Arte, Cultura, Editora Europa.

Sinopse

download (1)
Durante a primeira metade da década a de 1960 (mais precisamente, entre dezembro de 1961 e março de 1964) desenvolveu-se no Rio de Janeiro e em outros Estados brasileiros um movimento cultural que se tornou conhecido como CPC ou “Centro Popular de Cultura”. Tal movimento reuniu um conjunto de jovens artistas (dramaturgos, atores, compositores, cineastas, artistas plásticos, poetas), líderes estudantis e pessoas interessadas que possuíam um projeto intelectual comum: a elaboração imperiosa de uma “cultura popular” em confronto com as expressões artísticas até então vigentes. O movimento foi bruscamente interrompido em 1964 e muito das questões que suscitou permaneceram sem respostas. Este trabalho pretende analisar o CPC da UNE e 1) conhecer as condições econômicas, sociais, políticas e culturais que possibilitaram a realização desse projeto; 2) discutir de forma analítica o significado e as implicações do que se convencionou denominar “cultura popular ” e 3) analisar as possíveis consequências intelectuais do referido movimento como catalisador de tendências da produção cultural brasileira.
Classificação
[Total: 0    Média: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta