Histórias da Ditadura

Referências

Autor

Solange Silva

Título

O signo amordaçado: a censura ao livro durante o regime militar.

Formato

Dissertação

Palavras-chave

Censura, PUC-SP, 1994

Sinopse

As décadas de 60 e 70 foram marcadas por grandes movimentos culturais na forma de renovações políticas e também na forma de renovasses no mundo das artes, ainda hoje não suficientemente investigadas e codificadas. No Brasil este período representa o surgimento de uma arte engajada no debate políticos juntamente com o florescimento de uma juventude que sonhava em fazer uma revolução total no país, acabando com preconceitos morais e sexuais, e suprimindo as desigualdades sociais, a fome e a miséria. Mas as décadas de 60 e 70 representam também o golpe de 64, a censura e a repressão impostas pelo regime militar como forma de impor o silencio e calar a oposição de tantos quantos se recusassem a aceitar o Estado autoritários. No Brasil se a década de 60 é sinônimo de explosão de alegria e juventude participativa, a década de 70 é signo de medo e tortura. E’ neste cenário que vamos encontrar a censura imposta livro, fenômeno cultural que no Brasil assumiu a proporção de mais de 500 títulos proibidos. Assunto de natureza complexas censura de livros é um tema que pode indiciar alguns aspectos constituição dos sistemas sígnicos que compõem o universo da cultura, ajudando também a desvendar alguns de seus mecanismo operacionais.

Classificação
[Total: 0    Média: 0/5]

Comentários

Deixe uma resposta