• Diego Gambier

Um filme, um livro, uma música

Neste mês de abril, temos a comemoração, no dia 7, do dia dos jornalistas e, no dia 13, faz 6 anos do falecimento do jornalista uruguaio Eduardo Galeano. Por isso, o tema da nossa coluna “Um filme, um livro, uma música” de hoje homenageia os jornalistas. Em tempos de negacionismos e fake news, cabe valorizar a importância do jornalista profissional compromissado com a verdade e a ética. Parabéns aos jornalistas!


Documentário:


"Diário de uma Busca” (2011), de Flavia Castro. Celso Afonso Gay de Castro, jornalista e militante de esquerda, teria supostamente cometido suicídio ao ser encurralado pela polícia após um assalto. Digo supostamente, pois o acontecimento se deu em meio a ditadura militar brasileira, no ano de 1984, e tal versão oficial está longe de ser factual. A diretora do documentário, filha do jornalista, mais do que trazer os fatos sobre o caso, procura nos transportar para sua infância, em que viveu em situação de exílio com seus pais. Dessa forma, o documentário, além de abordar a vida do jornalista militante, também trata da vivência do exílio produzida a partir de memórias da família.



Música:


Sulamericano” do Baiana System. Essa obra de arte do grupo musical da Bahia faz parte do belíssimo álbum “O futuro não demora” (2019). A música, composta em parceria com o músico francês Mano Chao, produz um forte discurso político tendo o espírito da liberdade como norteador. Além disso, conversa com nosso tema por ter como fonte de inspiração o livro “As veias abertas da América Latina” de Eduardo Galeano. A referência fica explicita já no primeiro verso quando o livro é citado: “Nas veias abertas da América Latina, um golpe de Estado ao som da carabina [...]”. Uma letra que reivindica a liberdade, clama resistência e denuncia a opressão.


Livro:


“O caçador de histórias” (2016), de Eduardo Galeano. Em seu livro póstumo, escrito já sob condições avançadas de um câncer no pulmão, Galeano sintetiza no título o que foi durante sua vida: um jornalista e um poeta latino-americano caçador de histórias. Com cerca de 240 textos, o livro traz poemas, relatos sobre acontecimentos vivenciados por Galeano e uma série de histórias pessoais. Em tempos obscuros que vivemos, Galeano é a fuga dessa realidade sombria. Lê-lo é extremamente recomendando para o bem-estar!


102 visualizações

Posts recentes

Ver tudo