QUEM SOMOS

Editor Chefe

Paulo Cesar Gomes

Historiador. Pós-doutorando do PPG em História da Universidade Federal Fluminense (UFF), doutor em História Social pela UFRJ, com período de estágio no Institut des hautes études de l’Amérique latine (IHEAL/Universidade Paris 3). É autor dos livros Os bispos católicos e a ditadura militar brasileira: a visão da espionagem (Record, 2014) e
Liberdade vigiada: as relações entre a ditadura militar brasileira e o governo francês – do golpe à anistia (Record, 2019). Foi analista de pesquisa da Comissão Nacional da Verdade e professor de História do Brasil Republicano na Universidade Federal Fluminense (UFF). É pesquisador vinculado ao Núcleo de Estudos Contemporâneos (NEC) da UFF, onde coordena o Grupo de Estudos História da Ditadura (GEHD), e pesquisador associado à rede de investigação Direitas, História e Memória (DHM). É membro da Association pour la Recherche sur le Brésil en Europe (ARBRE), da Red Internacional de Estudios sobre Estados de Excepción y Terrorismo de Estado (REDET)
e da International Federation for Public History (IFPH). Em 2019, o Instituto Tomie Ohtake publicou o catálogo da exposição AI-5 50 Anos: Ainda Não Terminou de Acabar, referente ao período da ditadura militar brasileira, com textos de Gomes e outros onze autores. Por este livro, ele ganhou em 2020 o Prêmio Jabuti na categoria "Artes". É fundador e editor-chefe do site História da Ditadura(www.historiadaditadura.com.br). Atuou na criação e na coordenação do projeto História em Quarentena (www.historiaemquarentena.com).

Editores

Carlos Benítez Trinidad

Doutor em co-orientação pela Universidade Federal da Bahia e a Universidad Pablo de Olavide, atualmente pesquisador pos-doutoral pela Universidad de Santiago de Compostela e investigador integrado no CHAM-Universidade Nova de Lisboa. É fundador e membro do Conselho Editorial da Revista-rede Iberoamérica Social. Foi um dos criadores do projeto História em Quarentena. É editor do site História da Ditadura, além de escrever a coluna “Os indígenas na história contemporânea”. 

Colunistas

Alessanda Magalhães

Professora de Língua Portuguesa e Literatura do CEFET-RJ, participa do projeto de extensão Cinedebate: arte, memória e política. Formada em Letras pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), é pós-graduada em História da África e dos Negros no Brasil, pela Universidade Cândido Mendes (UCAM), fez mestrado em Estudos de Literatura pela PUC-Rio e doutorado em Literatura Comparada pela UFF, pesquisando a relação entre literatura, história e política na literatura angolana. É membra do Coletivo Duramemória, que divulga nas redes sociais livros relacionados às ditaduras. Mediadora de leitura, atua na área de formação de leitores e divulgação de literatura. Escreve a coluna “Clube da esquina”, sobre literatura e cultura, no site História da Ditadura.

Colaboradores

Diego Gambier

Diego Gambier é estudante de História na Universidade Federal Fluminense (UFF), onde desenvolve pesquisa na área de História do Tempo Presente, com ênfase nas relações dos militares com a política no Brasil. Participa também do grupo de pesquisa Observatório do Tempo Presente, orientado pela professora Angélica Müller. Além disso, é idealizador da página @_umpouco, que tem o intuito de promover divulgação do conhecimento científico, com o auxílio de mais sete professores. É responsável pela seção “um disco, um livro, uma música” no site História da Ditadura.

© 2021 POR HISTÓRIA DA DITADURA - CRIADO POR DOING IDEIAS.

  • Facebook Basic Black
  • Twitter Basic Black
  • Preto Ícone Instagram